Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Cirurgia plástica: motivos para não fazer ou repensar

Cirurgia plástica: 5 motivos para não fazer ou pensar 2 vezes antes

O Brasil é campeão em cirurgia plástica e muitos são os motivos para querer fazer. No entanto, vale pensar antes nas razões em não fazer uma.

publicidade

publicidade

Cirurgia plástica: 5 motivos para não fazer ou pensar 2 vezes antes

O Brasil é campeão em cirurgia plástica e muitos são os motivos para querer fazer. No entanto, vale pensar antes nas razões em não fazer uma.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Cirurgia plástica: motivos para não fazer ou repensar

publicidade

publicidade

Muita gente tem vários motivos na ponta da língua pra fazer uma cirurgia plástica. Seja por insatisfação com o próprio corpo, seja por inseguranças criadas a partir dessas insatisfações, ou até mesmo para ser aceita e agradar mais os olhos de outras pessoas. Mas e para não fazer? 

De acordo com os dados mais recentes da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps), divulgados em 2019, o Brasil ultrapassou os EUA na liderança de cirurgias plásticas. Se estamos tão insatisfeitas ao ponto de sermos as que mais se submetem a isso, será que temos bagagem suficiente para ir contra a maré? Por isso, vamos refletir e trazer 5 motivos para você não entrar em um centro cirúrgico sem antes pensar duas vezes (ou mais!).

1) A vontade de fazer às vezes é mais forte que a razão

Se você quer fazer uma cirurgia plástica simplesmente porque você quer e não tem nenhuma resposta que vá além dessa vontade… Vale a pena pensar mais um pouco. De onde veio essa vontade? Ela é realmente minha? Há quanto tempo eu tenho ela? Já questionei sobre isso com outras pessoas? Já levei pra terapia? Procure em você motivos racionais que ajudem a entender melhor as suas vontades. É importante ter certeza de não ir ao encontro de uma intervenção cirúrgica movida apenas pela emoção.

2) O que serve para alguém não necessariamente serve pra você

Se você quer fazer uma cirurgia plástica porque alguém fez e ficou bom… Vale lembrar o óbvio: cada corpo é um corpo e o que funciona pra alguém não necessariamente vai funcionar pra você. Quem é essa pessoa que fez? O corpo dela é parecido com o seu? Além disso, e a saúde mental dela, o histórico familiar? Você sabe tudo sobre essa pessoa? Sabe quem foi o médico, as certificações dele? Por mais parecido que a gente seja com alguém, somos seres únicos e diferentes!

3) Fazer uma cirurgia plástica é agressivo para o seu corpo

Se você acha que vale tudo por um corpo perfeito, inclusive entrar na faca e que “no pain, no gain”… Vale refletir sobre o quanto é invasivo tirar, cortar, abrir ou colocar coisas no seu corpo. Já pensou como faz parte da nossa cultura o padrão de beleza ser dolorido, sofrido, suado demais alcançar? Você quer permanecer nesse ciclo de dor e literalmente agredir seu corpo em uma mesa de cirurgia? 

4) A cirurgia plástica não vai fazer você se aceitar imediatamente

Se você acha que depois de passar por um procedimento cirúrgico você vai imediatamente se aceitar… sentimos informar que isso pode não acontecer. Já imaginou se olhar todo dia de uma forma e de um dia pro outro você estar diferente? Como o seu cérebro irá se comportar? Você acha que está preparada pra isso? Converse com o máximo de pessoas que fizeram e escute suas histórias.

5) Custa caro fazer uma cirurgia plástica

Se você acha que vale desembolsar todas as suas economias, fazer empréstimo, pegar dinheiro emprestado com Deus e o mundo pra entrar num centro cirúrgico… Vale fazer umas contas e entender tudo o que esse investimento pode proporcionar para você se for realocado em outra coisa. Já pensou o que você poderia fazer com todos esses cifrões? Quais sonhos e realizações conseguiria alcançar a curto, médio e longo prazo? Mesmo consciente de que a indústria da beleza fatura bilhões de dólares ao ano, ainda sim acha que deve permanecer fazendo essa roda girar?

Está aí plantada a sementinha da dúvida, uma semente que você pode regar, deixar crescer e ver brotar ou deixar pra lá. Sim, você pode deixar pra lá, uma vez que é livre pra tomar decisões sobre a sua vida! No entanto, tenha consciência de que essas decisões são suas e esteja ciente de tudo o que isso envolve: desde a quantidade de informações que você colhe antes até as consequências depois. Existe um mundo inteiro querendo fazer com que nossos corpos se sintam inadequados, mas o seu encontro com a sua real beleza é um primeiro passo pra mudar essa realidade!

Foto de capa: Pexels

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade