Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Motivos para praticar exercícios

Os motivos para praticar exercícios físicos: não é sobre o corpo perfeito!

Muita gente faz exercícios físicos por conta da estética, mas a prática vai além do padrão de beleza. Saiba os principais motivos!

publicidade

publicidade

Os motivos para praticar exercícios físicos: não é sobre o corpo perfeito!

Muita gente faz exercícios físicos por conta da estética, mas a prática vai além do padrão de beleza. Saiba os principais motivos!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Motivos para praticar exercícios

publicidade

publicidade

Na teoria, os motivos para praticar exercícios físicos deveriam ser pela saúde, e não pela estética. Na prática, não é bem isso que acontece. Aliás, é o que menos acontece. Também pudera: na televisão, no cinema, nas revistas, nas redes sociais, na família e a todo instante, as mulheres são constantemente lembradas e cobradas a alcançar um determinado padrão de beleza e um tipo de corpo para ser feliz. O corpo magro.

Por isso, não precisa se sentir culpada se um dia você já fez ou faz alguma atividade física com o objetivo de emagrecer. Mas é importante que você saiba que ela está muito além do padrão estético. Um dos principais motivos para fazer exercícios físicos é que o bom funcionamento do corpo está associado ao movimento. Quem vai explicar melhor é a professora de yoga Ingrid Sayuri, contando o porquê você deveria se exercitar!

Tudo o que fazemos no dia a dia aciona um músculo do corpo

Você pode não se dar conta mas, desde o momento em que você acorda até a hora de ir dormir, o seu corpo está em movimento. “Todo gesto que fazemos aciona um músculo ou um grupo de músculos no nosso corpo. Inclusive as atividades rotineiras como: a sustentação do tronco ao se sentar, subir as escadas de casa, pegar algo no chão, caminhar até o ponto de ônibus, pentear o cabelo…”, explica Ingrid. 

Por isso, um dos motivos para praticar exercícios físicos começa exatamente pelo básico. Ao se manter em atividade, você ajuda o próprio corpo a executar o que já faz em seu dia a dia. “Qualquer atividade para ser feita precisa da integração dos sistemas, então praticar exercício é na verdade ajudar o corpo nessa tarefa”. 

Motivos para praticar exercícios físicos: dá para usar apenas o próprio corpo

A professora também aponta que o cotidiano faz com que as pessoas estejam em constante atividade, ainda que de forma inconsciente. No entanto, as facilidades tecnológicas interferem em tarefas do dia a dia. Afinal, para que sair para comprar comida, por exemplo, se você pode pedir por um aplicativo? “A dica é observar a própria rotina e identificar o que pode voltar a ser feito só com o próprio corpo!”. 

Então, está aí mais um motivo para você se mexer, sempre que possível: você nem precisa de equipamentos sofisticados para começar. Vale trocar o elevador pela escada, fazer uma faxina daquelas com direito a som alto, descer um ponto antes e ir caminhando na volta para a casa, o que estiver a seu alcance. “A mudança de hábito é um bom começo, mas não substitui a prática. É importante praticar um exercício estruturado e pensado para o seu corpo e as necessidades dele”, ressalta a profissional. 

O exercício físico não é uma ferramenta meramente emagrecedora

Segundo Ingrid, é importante você estar em movimento no seu dia a dia, aliando a uma prática de exercícios físicos que tenha a ver com a sua necessidade e preferência. Porém, mais urgente ainda é desconstruir a ideia de que praticar exercícios é sinônimo exclusivo de emagrecimento. “Esse pensamento faz parte da cultura da magreza que induz milhares de pessoas a se sentirem na obrigação de ter o corpo perfeito e isso não existe!”.

Nesse caso, a professora reforça que é preciso colocar o corpo em movimento por motivos reais, como melhora do sono, sensação de bem-estar causada pelo pico hormonal, facilidade nas tarefas do cotidiano que um corpo não-sedentário tem. “Trata-se de promover a prática de qualquer exercício pela melhora das capacidades do corpo, como força, equilíbrio, flexibilidade, velocidade, potência e resistência. É sobre propor mais autonomia e não menos medidas”. 

O que você faria por prazer e amor ao corpo? Reais motivos para praticar exercícios físicos

Por fim, mas não menos importante, Ingrid Sayuri também ressalta que praticar exercícios físicos não é fazer o que todo mundo faz. Isso porque nem toda a prática é boa ou será satisfatória para todo mundo, mas todo mundo precisa fazer exercícios. “Há quem ame o yoga como eu, mas há quem prefira fazer exercícios diferentes. Então, procure uma prática gostosa para você e um profissional que respeite o seu corpo, que te proponha um treino realmente saudável, que melhore as capacidades do corpo e não que tenha como objetivo primordial o emagrecimento”. 

As mudanças no corpo e na vida de uma forma geral são consequências de uma série de fatores e, claro, a frequência do treino é só um deles. “A gente só repete uma coisa, no caso um treino, quando gosta do que faz. Não se trata de uma receita de faça isso ou aquilo e sim de uma jornada que busca praticar um exercício por prazer, para colher os benefícios no cotidiano. É sobre cada pessoa responder internamente: que atividade eu faria com prazer e por amor ao meu corpo?”. 

Foto de capa: Adobe Stock

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade