Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Dicas para inserir a meditação na rotina

10 dicas práticas para introduzir a meditação na sua rotina

A meditação faz bem não só para o corpo, como também ajuda a cuidar da saúde mental. Confira 10 dicas simples para você apostar nessa prática já!

publicidade

publicidade

10 dicas práticas para introduzir a meditação na sua rotina

A meditação faz bem não só para o corpo, como também ajuda a cuidar da saúde mental. Confira 10 dicas simples para você apostar nessa prática já!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Dicas para inserir a meditação na rotina

publicidade

publicidade

Por que introduzir a meditação no nosso dia a dia? Toda a correria causada por trabalho, família, vida social e pessoal pode ser amenizada com a simples prática na sua rotina. Isso não quer dizer que todos os seus problemas vão ser magicamente resolvidos ao sentar e respirar fundo, não é isso que estamos falando!

Contudo, a meditação vai conectar você com o seu processo de concentração e foco no presente, que vão ser responsáveis por respostas mais leves nas suas atividades de costume. Além disso, tem resultados comprovados cientificamente no combate à depressão e ansiedade, ajudando no aumento de imunidade e combatendo dores crônicas. 

Meditar é um ato diretamente ligado ao conceito de mindfulness, uma técnica que, traduzida do inglês, significa “atenção plena”. Também faz parte de tradições orientais e filosofias como a yoga e o budismo, sendo parte importante na jornada de autoconhecimento e descoberta de si. Vale a pena tentar, né? Então vamos dar uma olhada nessas 10 dicas práticas pra você tentar colocar a meditação como um hábito saudável pra você.

1) Entenda quais são seus objetivos com a meditação

Relaxamento, aumento da concentração, noites de sono mais completas, alívio de dores, autoconhecimento… Tem meditação para tudo que você estiver buscando. Então, antes de mais nada, é preciso que você tenha uma intenção e um objetivo em mente. Escolher o foco da sua meditação pode te ajudar a ter uma experiência mais completa.

2) Descubra a melhor forma pra você começar

Se você não é muito adepta dos podcasts de meditação, existem aplicativos voltados para esse nicho, além de diversos vídeos no Youtube que também podem te ajudar a dar um primeiro passo. De meditações mais rápidas até as de longa duração, escolha um tipo para chamar de “sua”.

3) Experimente meditações guiadas

Se você é daquelas que fica agoniada em ficar em silêncio e parada muito tempo, talvez ter alguém guiando os processos pode te ajudar a ficar mais à vontade nas suas práticas. Pesquise por “meditação guiada” e escolha uma voz que te ajude a relaxar, se sentir bem e que se conecte com você. 

4) Chame alguém pra meditar com você

Chamar alguém pra iniciar com você pode ser um ótimo incentivo. Tem amigas que também não conseguem sozinhas? Troque experiências! Uma incentiva a outra a não parar, mesmo que à distância. Compartilhar sentimentos e sensações além de formas de melhorar a prática pode ser o que te falta pra não desistir.

5) Estabeleça uma rotina viável para o seu estilo de vida

Criar uma prática diária não necessariamente significa fazer como todo mundo faz. Entenda como inserir a meditação na sua rotina dentro dos seus objetivos. Se for para relaxamento, antes de dormir pode ser uma ótima ideia; se for para deixar de lado a ansiedade ao acordar, de manhã pode ser o momento perfeito para começar o dia bem. Escute o seu corpo!

6) Crie seu espaço de meditação

Um espaço seguro, aconchegante, calmo e silencioso. Que você possa acender uma vela ou um incenso, colocar em um volume bom a sua trilha sonora escolhida ou o som da meditação guiada. Crie um espaço que seja prazeroso e te faça ficar à vontade para focar em você mesma! Não precisa ser um novo cômodo da casa, mas criar um ambiente até no seu próprio quarto já é o suficiente! De qualquer forma…

7) … Compreenda que você pode meditar em qualquer lugar

Sabe aquele trajeto de ida ao trabalho, a pausa para o almoço ou até mesmo uma viagem muito longa? Também são momentos que você pode explorar sua capacidade de concentração. Mesmo que criar um espaço para a prática te ajude a manter ela na rotina, você pode meditar em qualquer lugar. Mesmo. 

8) Procure entender o que o seu corpo pede e respeite essa vontade

O relaxamento às vezes deixa a gente tão calma que o sono vem. Já a concentração na respiração pode ser mais difícil e vários pensamentos podem tentar te interromper. Sabe de uma coisa? Tudo bem se você dormir ou pensar em outras coisas durante a meditação. O cérebro está se adaptando e escutar o que seu corpo diz durante a experiência também faz parte do processo.

9) Preste atenção a sua respiração

Respirar é um ato tão automático que a gente quase não para prestar atenção, não é mesmo? A principal ferramenta da meditação é a respiração. Então, começar trabalhando diferentes formas e diferentes respirações pode relaxar, melhorar a concentração e te deixar mais calma.

10) Entenda que o importante é você se sentir bem

Meditar por uma hora, duas horas, quarenta minutos, quinze minutos, cinco minutos… Tudo é válido! Entenda que seu corpo pode se sentir meio estranho de ficar parado muito tempo, então respeite seus limites ao começar. O importante é você manter a consistência e ser bom pra você. O tempo é apenas um mecanismo de contagem e pode variar, de pessoa pra pessoa. 

Na velocidade que as coisas acontecem hoje na sociedade, parar pra respirar e focar apenas na gente parece uma missão impossível. Dar atenção pro universo inteiro que existe na nossa mente, então, chega até parecer um privilégio. Não se culpe por tentativas que não deram certo, nem mesmo por não ter conseguido de primeira.

Como falamos, escutar o seu corpo é a melhor forma de tentar entender as dificuldades e limites dele e, assim, prevenir frustrações. Então tente e experimente diversas maneiras até encontrar a melhor pra você e seu estilo de vida! Sua mente vai te agradecer todos os dias por esse carinho.

Foto de capa: Pexels

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade