Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Corpo em movimento, tudo é movimento!

Tudo é movimento!

Exercitar o corpo é um ato de autocuidado, sabia? Leia mais na coluna da educadora física Ingrid Sayuri!

publicidade

publicidade

Tudo é movimento!

Exercitar o corpo é um ato de autocuidado, sabia? Leia mais na coluna da educadora física Ingrid Sayuri!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Corpo em movimento, tudo é movimento!

publicidade

publicidade

Você já parou para pensar que o corpo é uma sucessão sincrônica de movimentos, do ritmo cardíaco ao gesto motor?Assim como a vida que se move do ontem para o agora, a existência humana se faz nessa constante. O texto de hoje te convida a passear pelos movimentos da sua fisiologia, a fim de mostrar a importância da prática de exercício físico por amor ao corpo. Calma, não se trata de uma aula teórica e densa. Vamos apenas dar atenção a algumas funções do corpo, de maneira bem simples.

Como já citado, o coração está aí, bem aí no seu peito batendo. Esse gesto já é um movimento, uma vez que esse órgão é um músculo e, por isso, tem como função contrair e relaxar. A partir desse instante, a mágica acontece: a cada batida, o sangue bombeado vai passeando pelo seu corpictho e, nesse rolezinho, transporta inúmeras substâncias. Não vou me estender muito na aula de fisiologia básica. Mas é importante ter em mente que, mesmo sem consciência de todas as funções do corpo, elas estão trabalhando com a missão de te fazer existir da melhor maneira possível. A prática de exercício é, na verdade, uma forma de ajudar o corpo nessa tarefa.

O exercício estimula a frequência cardíaca, ou seja, o coração bate mais vezes por minuto. Só nesse primeiro momento o corpo já começa a agradecer, pois o sangue começa a fluir em outra velocidade, o que propõe maior oxigenação celular. E eu nem falei de como ocorre o pico hormonal que deixa o praticante o puro creme da serotonina e endorfina, digamos assim.

Exercitar o corpo é um ato de autocuidado. Não se trata de buscar uma silhueta imposta pelo padrão estético, mas sim de garantir que as tarefas do cotidiano aconteçam sem muito esforço, sem dores, e é pensar no amanhã, em evitar o surgimento de doenças crônicas e dores nas articulações. Por esse motivo, busque uma prática que você faça com prazer. Assim é mais fácil torná-la um hábito para que se reflita positivamente no seu cotidiano.

Foto de capa: Adobe Stock

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Ingrid Sayuri

Ingrid Sayuri

Oiee, sou a Ingrid Sayuri e vou dividir com vocês pensamentos e histórias a partir da minha experiência como profissional de Ed. Física, ex ginasta e yogini. Esse espaço vai muito além de dicas sobre exercício e saúde, o nosso papo quinzenal é sobre como fazer exercícios por amor ao corpo.

publicidade