Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Chá emagrecedor e diuréticos podem estar relacionados à causa da morte de Paulinha Abelha

Paulinha Abelha: chá emagrecedor pode estar relacionado à morte

Viúvo de Paulinha Abelha, Clevinho Santos revelou que a vocalista do Calcinha Preta consumia medicamentos para emagrecer e diuréticos.

publicidade

publicidade

Paulinha Abelha: chá emagrecedor pode estar relacionado à morte

Viúvo de Paulinha Abelha, Clevinho Santos revelou que a vocalista do Calcinha Preta consumia medicamentos para emagrecer e diuréticos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Chá emagrecedor e diuréticos podem estar relacionados à causa da morte de Paulinha Abelha

publicidade

publicidade

Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta, morreu aos 43 anos, sem um diagnóstico completamente esclarecido. Durante o período de 12 dias de internação na UTI do Hospital Primavera, em Aracaju, os médicos levantaram falência do sistema renal e a existência de uma bactéria no cérebro. No entanto, a equipe suspeita que o uso abusivo de remédios diuréticos e chás emagrecedores podem ser a principal causa do falecimento. 

Em entrevista ao “Fantástico”, da TV Globo, Clevinho Santos, viúvo de Paulinha Abelha, contou que a artista consumia remédios para perder peso

Alguns medicamentos para emagrecer às vezes, ela tomava medicamento e treinava, mas nunca tomou nenhum tipo de anabolizante. Os medicamentos que ela sempre tomou foram esses, mas diuréticos. Quase toda semana ela estava tomando, quando tinha show que ela queria ‘dar uma secada’, também esses chás de emagrecer”, declarou. Além disso, Clevinho lamentou não saber a causa da morte de Paulinha Abelha: “Eu quero o real motivo, o porquê tudo isso aconteceu de uma maneira tão rápida”.

Após morte de Paulinha Abelha, médica aponta riscos de remédios sem orientação

Ao “Correio 24 horas”, a endocrinologista Lúcia Cordeiro fez um alerta sobre o consumo de chás emagrecedores e outros remédios para perder peso sem que haja uma orientação médica.

“Há muitos produtos que dizem ser naturais, com algas e ervas, mas têm um potencial tóxico. É o que acontece com esses chás emagrecedores: eles são diuréticos, desidratam e faz a pessoa perder potássio pela urina. Isso pode levar a dano renal agudo (repentino), causando insuficiência dos rins. A sociedade também tem que entender que não é pelo fato de ser natural que um produto não vai causar efeito colateral”, explicou.

Em seguida, a presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia/Regional Pernambuco (SBEM/PE), acrescentou: “Isso é um perigo. E também existem pacientes que associam os diuréticos a fórmulas, o que leva a uma alteração, baixa de potássio. Essa condição pode causar uma arritmia e, até mesmo, parada cardíaca”.

Anvisa alerta sobre produtos com promessa de emagrecimento

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária fez um alerta em fevereiro sobre produtos com promessa de emagrecimento. De acordo com a Anvisa, esse comércio só pode ocorrer em farmácias ou drogarias do Brasil, já que substâncias com propriedades terapêuticas são consideradas medicamentos.

“A Anvisa lembra que produtos sem registro na agência não oferecem a garantia de eficácia, segurança e qualidade exigida para produtos sob vigilância sanitária. Sem esses requisitos mínimos, os produtos irregulares representam um alto risco de dano e ameaça à saúde das pessoas”, declarou a Anvisa em nota, pedindo que a população desconfie de qualquer promessa milagrosa de emagrecimento, cura ou prevenção de doenças.

Foto de capa: reprodução / Instagram @paulinhaabelha

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade