Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Manu Gavassi fala sobre amadurecimento profissional com novo álbum

Manu Gavassi celebra amadurecimento profissional: “Difícil ter autonomia”

Manu Gavassi comenta sobre amadurecimento profissional, autonomia em novo álbum e importância de detox digital. Veja!

publicidade

publicidade

Manu Gavassi celebra amadurecimento profissional: “Difícil ter autonomia”

Manu Gavassi comenta sobre amadurecimento profissional, autonomia em novo álbum e importância de detox digital. Veja!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Manu Gavassi fala sobre amadurecimento profissional com novo álbum

publicidade

publicidade

Manu Gavassi abriu o jogo a respeito de seu amadurecimento profissional e falou ainda sobre o novo álbum, “Big Brother Brasil” e mudança de visual. Em recente entrevista à “Quem”, ela desabafou a respeito das mulheres em posição de liderança. “Como artista-mulher é muito difícil ter a autonomia de uma líder e imprimir nossas ideias”, disse.

Manu Gavassi enfrentou comentários machistas na profissão

Além disso, Manu Gavassi revelou ter enfrentado pré-julgamentos considerados machistas. De acordo com ela, por diversas vezes, tentou falar de igual por igual com seu time e foi vista como “brava” ou “grossa”.

“Eu não me achava nem brava e nem grossa, me achava excelente no que estava propondo. Não entendia essa fofura, doçura e humildade que eram esperadas de mim. Isso só é esperado da mulher. Homens, neste mesmo lugar, são aplaudidos. ‘Nossa, ele é um gênio. Olha como ele dá ordens! Eu aprendo muito com ele. Ele disse que eu estava errado, mas é verdade’. Ser mulher na sociedade é um grande pisar em ovos”, opinou.

Manu Gavassi e o feminismo em seu novo álbum

O lado empoderado e feminista de Manu Gavassi foi visto por milhões de pessoas pela participação no “Big Brother Brasil 20”, reality no qual ficou entre os finalistas. Mas essa essência está também em seu novo álbum “Gracinha”, no qual ela trouxe o feminismo à tona “sem pretensão alguma”.

“O mercado deixou muito popular a ideia do feminismo, o que é ótimo, só que pode ser uma cilada. Você pode estar falando disso sem entender muito bem o que é para você. Qual a sua experiência com o feminismo? Como você se sente aprisionada? Quais são as suas lutas? Quando eu entendi o que era a primeira música, ‘Gracinha’, e a última música, ‘Cansei’, pensei, ‘Caraca! É um grito sem querer ser’. Eu fui só vivendo e escrevendo sobre isso sem pretensão alguma. Quando vi, é isso, isso é ser mulher”, disse em entrevista.

Além disso, Manu Gavassi viu que a luta das mulheres aparece de diferentes formas na história: “Umas queimaram sutiãs, foram queimadas na fogueira, outras foram como a maravilhosa Rita Lee, que desde os anos 80, está nesta luta e fazendo coisas extremamente vanguardistas”.

Manu Gavassi viu a vida mudar após “BBB 20”: “Grande ganho”

Na entrevista, Manu também falou um pouco sobre a sua participação no “Big Brother Brasil”, em 2020. Durante o confinamento, sua equipe divulgou 130 vídeos elaborados e protagonizados por ela, todos eles relacionados a cada fase que ela vivia dentro da casa.

Na época, os internautas consideraram a ideia genial e o formato foi reproduzido e copiado em diferentes segmentos. No entanto, a cantora revelou que entrar no reality tinha um objetivo definido e que aceitou o convite movida por uma inquietude.

“Não aguentava mais ter ideias e não conseguir realizá-las, ter que implorar para as pessoas me darem uma oportunidade ou me ouvirem, seja na publicidade, na criação das minhas paradas, com as ideias que eu tinha de séries e roteiros… Quando vi que o que me faltava era fama, pensei, ‘deixa eu ir lá buscar. Me dá três meses que volto com ela’. Foi exatamente o que eu fiz. Tive coragem de mostrar quem eu era, um combo que eu nunca conseguiria mostrar de outra maneira. Não foi só o meu trabalho ali, mas meu coração, ideais, o que eu penso, a maneira como me comunico, o que me dói… Era a oportunidade que tinha para mudar minha vida. Foi um grande ganho”, relembrou.

Cantora explica detox digital de 9 meses: “Algumas coisas doíam muito”

Algum tempo após participação no reality, Manu Gavassi passou por um detox digital que durou 9 meses. Isso porque a artista disse que passava muito tempo online e, infelizmente, se deparava com “coisas que doíam muito”.  

“Vi que precisava deste tempo porque a vida era muito melhor sem isso. Voltei a olhar para coisas básicas, para o meu tempo como algo muito precioso em que eu podia fazer coisa incríveis. Descobri um mundo novo. Olha o que sou capaz de fazer quando não estou tão preocupada em agradar, ver o que estão falando sobre mim e ver a vida dos outros!”

Nesse meio tempo, segundo Manu Gavassi, as pessoas a julgavam por desperdiçar “uma oportunidade de lançar um single por mês”. Por fim, era esperado esse surfe na onda.

“Só que isso iria me fazer extremamente infeliz porque eu não tinha muito para dar naquele momento. Queria fazer um projeto ambicioso e grande, que demandava muito tempo. Ia me deixar muito triste lançar só por lançar, desesperadamente, só para não se esquecerem de mim (…) Tive medo de ser esquecida? Ainda tenho. Acho que isso faz parte de ser artista, a todo o momento você tem medo de ser esquecida e perder tudo. Mas o meu propósito é maior que o meu medo hoje em dia”, finalizou.

Foto de capa: Reprodução Instagram / @manugavassi

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade