Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Luísa Sonza explica estratégia em novo visual: “Moda é um comportamento artístico”

Luísa Sonza sobre mudança de visual: “Moda é comportamento artístico”

Luísa Sonza explica mudança de identidade visual ao lançar álbum "Doce 22" e como moda reflete em personalidade. Confira!

publicidade

publicidade

Luísa Sonza sobre mudança de visual: “Moda é comportamento artístico”

Luísa Sonza explica mudança de identidade visual ao lançar álbum "Doce 22" e como moda reflete em personalidade. Confira!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Luísa Sonza explica estratégia em novo visual: “Moda é um comportamento artístico”

publicidade

publicidade

Desde que lançou o álbum “Doce 22”, Luísa Sonza vem chamando a atenção do público pela transformação em seu visual. Com canções carregadas de emoção e potência vocal, a artista do pop viu que era a hora de mudar sua identidade, adotando roupas mais escuras, um cabelo platinado e maquiagem carregada, como forma de estratégia. Em recente entrevista, ela explicou mais sobre como o visual mais dark faz parte de seu plano de marketing.

“Todas as estratégias que eu crio são a partir do que estou sentindo e quero entregar. Acredito que a moda é um comportamento artístico e essa é a primeira forma como as pessoas vão estar vendo a sua personalidade. Então, isso para mim é um dos principais pilares”, disse em entrevista ao podcast “PodPah”.

Luísa Sonza ressalta importância da maquiagem para o “Doce 22”

Segundo Luísa Sonza, foi através da maquiagem que ela conseguiu transparecer ainda mais a aparência “mais dark” que ela pretendia para o “Doce 22”.

“Tanto cabelo, quanto delineado, unha preta… Então, é uma mistura de existir uma estratégia, porque sou um produto e uma artista. Como artista, penso em como vou passar minha música para as pessoas entenderem e sentirem de uma forma mais completa e real possível”, declarou ela, que já sofreu críticas por não colocar silicone.

“Não conseguia passar o que sentia se não tivesse de preto”

Ainda de acordo com a cantora, cada letra escrita em seu novo disco faz parte de um desabafo de momentos impactantes que aconteceram em sua vida pessoal. Por isso, a gaúcha decidiu que seu drama é estar vestindo preto. “Quando comecei a vestir preto nessa era, eu só me sentia a Luísa Sonza. Eu não conseguia passar o que eu estava sentindo se eu não tivesse de preto”, justificou.

Luísa Sonza, que é bissexual assumida, aparece de diversas formas no álbum “Doce 22” e os clipes representam melhor isso. “Em ‘Fugitivos’ eu tinha um estilo, que era uma coisa roqueira, loucona. Já em ‘Anaconda’ usava joelheira e coturno. Acaba virando uma identidade. Eu fico brincando, mas assim, é só uma brisa da minha cabeça e meus fãs gostam. É uma brincadeira que vira muito séria. Eu amo fazer isso e eu não consigo não ser assim”, comentou.

Por fim, Luísa Sonza não descartou fazer algo mais radical, como pintar o cabelo de uma cor mais escura. Caso fizesse parte de sua estratégia artística, ela não se vê a mesma daqui a alguns anos. “Agora estou vivendo para contar a história depois, vamos ver o que vai rolar. Eu não sei o que vai acontecer daqui a pouco”, completou.

Foto de capa: Reprodução / Instagram @luisasonza

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade