Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Fiorella Mattheis recorda silicone por pressão estética aos 17 anos

Fiorella Mattheis: “Coloquei silicone porque o mercado de trabalho pedia”

Fiorella Mattheis colocou silicone aos 17 anos, no início da carreira de modelo. Após explante, a atriz desabafou sobre pressão estética: "Era feliz com corpo que tinha".

publicidade

publicidade

Fiorella Mattheis: “Coloquei silicone porque o mercado de trabalho pedia”

Fiorella Mattheis colocou silicone aos 17 anos, no início da carreira de modelo. Após explante, a atriz desabafou sobre pressão estética: "Era feliz com corpo que tinha".
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Fiorella Mattheis recorda silicone por pressão estética aos 17 anos

publicidade

publicidade

Fiorella Mattheis colocou silicone aos 17 anos por conta da pressão estética no trabalho. Sentindo a cobrança do mercado quando começou a carreira de modelo, a também atriz foi incentivada a ter seios maiores . Por isso, investiu nas próteses quando ainda era menor de idade. Anteriormente, a agência relacionou o número do sutiã dela com as chances de arrumar mais trabalhos.

“Fiz a cirurgia em abril, fui morar em Milão em maio e, em junho, eu voltei ao Brasil para uma grande campanha de lingerie, substituindo ninguém menos que Gisele Bündchen. A partir dali, uma nova porta se abriu apenas porque passei a ter seios maiores”, contou à revista “Vogue”.

“Não tinha necessidade”, diz Fiorella Mattheis sobre silicone

Fiorella Mattheis está com 33 anos e, ainda assim, lembra com detalhes de quando colocou silicone. Em primeiro lugar, para ela, a cirurgia do aumento dos seios não tinha “a menor necessidade”. Segundo, foi pautada por uma decisão “inconsciente de uma adolescente”.

“Sei que meu corpo ainda estava se desenvolvendo – menstruei pela primeira vez aos 15 anos – e não tinha uma silhueta formada. Aquela referência que estavam projetando em mim aconteceu por conta do mercado, da moda de 2005, das referências da época. Era completamente feliz com o corpo que eu tinha. Coloquei a prótese de silicone apenas porque o mercado de trabalho pedia esse tipo de silhueta”, recordou.

Fiorella Mattheis removeu próteses de silicone por displasia

De acordo com a atriz, ela sofreu uma contratura capsular em volta da prótese, também conhecida como displasia, em 2020. Dias antes do início da pandemia de coronavírus no Brasil, Fiorella Mattheis precisou fazer uma cirurgia para remover o silicone.

“Precisei me medicar com injeções de cortisona até que minha dor acabasse. Quando a possibilidade de uma cirurgia surgiu, decidi durante as consultas que meu desejo era apenas extrair a prótese e não colocar outra no lugar”, contou, alertando para o quanto foi difícil se recuperar do procedimento que é o explante.

“Acho importante ressaltar que não quero incentivar esse procedimento. O explante de silicone não pode ser um produto. A necessidade de passar por esse procedimento deve ser relacionada à saúde e indicada por um médico. Não passe por nenhum tipo de procedimento, principalmente estético, porque o mundo está dizendo: ‘faça’”.

Procura por explante de silicone cresce no Brasil e no mundo. Saiba o que é!

O explante de silicone consiste em retirar a prótese do corpo sem substituir por outra. Essa remoção tem aumentado ao redor do mundo, incluindo personalidades brasileiras, como Evelyn Regly e Amanda Djehdian. De acordo com dados levantados pela Sociedade Americana de Cirurgia, os explantes cresceram pelos EUA em 15% pelos anos de 2018 e 2019.

O explante de silicone pode acontecer por estética e também por complicações na saúde. Contudo, é recomendado em casos de infecções graves no local e em diagnósticos de Síndrome de ASIA (Síndrome autoimune-inflamatória induzida por adjuvante), que acontece em pessoas que têm predisposição genética a doenças autoimunes. Outra forma, por exemplo, é a doença do silicone. Os sintomas presentes são dor nas articulações, queda de cabelo, alterações psicológicas e cansaço excessivo.

Colocar silicone ou decidir retirar as próteses são ambas decisões que exigem muita cautela e precisam ter como principais pontos o bem-estar e a vontade da pessoa. Isto é, independente do motivo que a levou a tal decisão. O diálogo franco com um profissional de confiança e ter uma troca com outras mulheres que passaram pelo mesmo procedimento também são fundamentais.

Foto de capa: Reprodução Instagram / @fiorellamattheis

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade