Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Carolina Dieckmann tira silicone e explica decisão do explante

Carolina Dieckmann faz explante de silicone: “Não me representava”

Carolina Dieckmann fez explante de silicone e explicou o motivo para remover as próteses mamárias. A atriz também alertou sobre saúde e pressão estética. Veja!

publicidade

publicidade

Carolina Dieckmann faz explante de silicone: “Não me representava”

Carolina Dieckmann fez explante de silicone e explicou o motivo para remover as próteses mamárias. A atriz também alertou sobre saúde e pressão estética. Veja!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Carolina Dieckmann tira silicone e explica decisão do explante

publicidade

publicidade

Carolina Dieckmann passou pela cirurgia do explante de silicone. Assim como Fiorella Mattheis e mais famosas, a atriz também retirou as próteses mamárias e detalhou sobre seu processo de decisão em um texto autoral publicado no “Mina Bem-Estar”, na última quarta-feira (9). 

Primeiramente, Carolina Dieckmann iniciou o depoimento explicando o motivo de ter colocado silicone há 13 anos. Segundo a artista, o fato de ter se olhado no espelho e não ter reconhecido o seu corpo, mais precisamente seus seios, depois de amamentar o seu segundo filho, foi um fato decisivo.

“Eu tinha sido convidada para interpretar uma surfista. Depois de ter engordado 30 quilos, emagrecidos na marra, na base da fome e com peitos amiudados pela amamentação. Hoje, eu sei que me faltava um significado; ou, pelo menos, o entendimento dele. Mas, naquele 2008, preenchida de ausências, e de um desejo de ser como antes, coloquei silicone”, começou ela.

Carolina Dieckamnn explica decisão do explante de silicone

O corpo passa por muitas mudanças no período da gravidez e pós-parto. Nesse meio tempo, Carolina Dieckmann compreendeu que essa transformação é natural. Foi através desse amadurecimento que veio a decisão do explante de silicone.

“Durante muito tempo, nem falei sobre isso. Quase não se notava, era pequeno, combinava comigo. E além do mais, ficou lindo, que mal pode haver nisso? Mal nele em si, não vi… O mal estava em mim.  Um mal de não se compreender como ser mutante. Impermanente, esponjoso de experiências. Um mal de querer voltar quando já não é possível. Que mulher não se transforma desde as profundezas, até os fios de cabelo, com a maternidade? É natural, óbvio, justo, que nossos corpos transbordem essas mudanças. Minha decisão de explantar tem a ver com esse amadurecimento. Não, eu não tive nenhum problema com as próteses. Elas estavam em perfeito estado, sem aderências nem desconforto”, afirmou. 

Carolina Dieckmann alerta sobre doença após explante de silicone

Carolina Dieckmann também comentou sobre a doença do silicone, quando muitas mulheres precisam passar pelo processo de reverter o procedimento por apresentar problemas de saúde.

“Além da escolha livre, muitas mulheres precisam retirar por inúmeros problemas e esse percentual não para de crescer, tanto num caso quanto no outro. Estima-se que no Brasil cerca de 319.000 mulheres coloquem silicone a cada ano. O que o Google não me disse foi quantas dessas mulheres retiram, mas sei que são muitas, cada vez mais”, disse.

Carolina Dieckmann posta foto após explante de silicone: "Livre"
Carolina Dieckmann posta foto após explante de silicone: “Livre”

“Prazer, Carolina, explantada”

Por fim, Carolina Dieckmann refletiu sobre a autocobrança que muitas mulheres fazem para se encaixar em uma espécie de padrão. Ainda em seu texto autoral, a artista se questionou sobre a verdadeira motivação que leva alguém a passar pelo procedimento estético.

“O meu doce intuito com esse relato é te dizer que fiz, não me arrependi, mas se voltasse no tempo, não faria. Será que é mesmo sobre o que achamos bonito ou é justo sobre aceitação? Isso porque, apesar de ter ficado satisfeita com o resultado externo, ele nada tinha a ver com quem eu era internamente. Não me representava. E me pergunto: até quando as pressões estéticas externas vão ditar os nossos processos? E até onde (e por que) nos permitimos ir numa busca de algo que talvez acalante os olhos, mas nunca o coração?”, questionou.

“Sei que as cirurgias plásticas ‘salvam’ em inúmeros sentidos e casos. Mas quantas delas são realmente necessárias? Se eu que fiz, não faria. Se cresce o número de mulheres que escolhem tirar. O que isso significa? Eu não tenho uma resposta. O Google também não. Mas talvez você encontre, por mim, por si, e é só por isso que eu vim aqui. Prazer, Carolina, explantada”, completou.

Foto de capa: Reprodução / Instagram @loracarola

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade