Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Cabelo crespo é lindo!

Cabelo crespo é lindo! Por que o racismo não nos deixa enxergar?

A beleza está na diversidade, mas o racismo limita essa visão, inclusive quando se trata de cabelos crespos.

publicidade

publicidade

Cabelo crespo é lindo! Por que o racismo não nos deixa enxergar?

A beleza está na diversidade, mas o racismo limita essa visão, inclusive quando se trata de cabelos crespos.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Cabelo crespo é lindo!

publicidade

publicidade

Há diferentes tipos de cabelo e todos eles têm a sua própria beleza. No entanto, o racismo estrutural faz acreditar que só um deles é bonito: o cabelo liso. Também já existem boas referências e produtos específicos para quem tem fios mais ondulados e cacheados. Quem tem o cabelo crespo, porém, ainda sofre com a falta de representatividade. 

Isso acontece porque são diversos os estereótipos sobre esse tipo de fio. Dizem que é mais difícil de finalizar e definir. Falam que é muito volumoso e – o mais repetido – que é tudo igual. Que tal desconstruir essas ideias pré-estabelecidas e perceber o quanto o cabelo crespo é lindo também?

Nem todo cabelo crespo possui definição e está tudo bem!

Assim como existem diferentes tipos de cabelo, também existem variadas texturas e curvaturas. Por isso, quando dizem que cabelo crespo é tudo igual, não só é preconceituoso, como também demonstra falta de conhecimento. Isso porque, dependendo da curvatura do fio, ele pode ser mais ou menos definido. Em alguns casos, nem mesmo possuir definição. 

Entender qual é a textura e o tipo de curvatura do seu tipo de fio vai te ajudar a usar os produtos indicados para você, além de te permitir explorar jeitos diferentes de finalizar o seu cabelo sem ficar refém de um estilo que não tem a ver com você. 

Os fios crespos são versáteis e podem ser usados de diferentes maneiras

Já ouviu aquela máxima de “quem se define se limita”? Se tem uma coisa que o racismo faz é querer enquadrar todo mundo em um mesmo padrão e isso definitivamente não combina com os cabelos crespos. 

Esse tipo de fio é versátil e pode ser usado de diferentes maneiras: curtinho, bem comprido, colorido, com volume total. Os acessórios podem deixar os fios ainda mais poderosos, então vale investir em turbantes, presilhas, lenços ou grampos. Se quiser mudar completamente o visual, que tal variar com laces e tranças? O cabelo crespo é pura versatilidade!

Cabelos crespos são frágeis: cuide bem do seu!

Infelizmente, o cabelo crespo é ainda alvo de piadas racistas. São elas que comparam os fios crespos a objetos de cozinha e reforçam o preconceito de que esse tipo de fio é duro. Essa afirmação não poderia ser mais mentirosa: o cabelo crespo é o tipo mais frágil de todos e quebra com facilidade. 

Por conta da curvatura mais fechada, a oleosidade natural da raiz tem dificuldade de chegar às pontas e, por isso, o cabelo crespo é mais seco do que os demais. Nesse caso, investir em produtos voltados para o seu tipo de fio e em técnicas específicas é fundamental para manter a hidratação e saúde dos cabelos. 

Com o racismo tão enraizado na sociedade, fica difícil enxergar beleza em outros tipos de cabelo que não seguem o padrão estabelecido. No entanto, ao tirar e questionar essa venda socialmente imposta, dá para entender que existe espaço para todo mundo. Cabelo crespo é lindo, acredite nisso! 

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade