Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Atrizes negras e gordas que trazem representatividade para a mídia

Atrizes negras e gordas que trazem representatividade para a mídia

Uma lista de atrizes negras e gordas que trazem mais representatividade para filmes e séries. Confira!

publicidade

publicidade

Atrizes negras e gordas que trazem representatividade para a mídia

Uma lista de atrizes negras e gordas que trazem mais representatividade para filmes e séries. Confira!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Atrizes negras e gordas que trazem representatividade para a mídia

publicidade

publicidade

Todas as mulheres sentem e sabem o que significa pressão estética, mesmo que elas nunca tenham ouvido tal expressão. É por isso que atrizes negras e gordas se tornam referência para as atuais e futuras gerações.

Isso porque, em uma sociedade que valoriza e exalta a magreza a todo momento e a qualquer custo, as mulheres gordas sofrem constantemente. Mas ser mulher, gorda e negra é sentir essa pressão a níveis muito intensos. Já reparou que a mídia não valoriza, não exalta e nem representa essas mulheres?

No entanto, atrizes negras e gordas, internacionais ou brasileiras, conquistaram e seguem conquistando seu espaço nas redes sociais, na televisão e no cinema. Confira a lista com 5 atrizes que trazem representatividade para filmes e séries. 

Queen Latifah: atriz, negra e gorda, é pioneira no movimento hip hop

A lista de atrizes negras e gordas já começa com quem tem rainha no nome. Dana Elaine Owens, mais conhecida como Queen Latifah, começou a sua carreira como rapper no finalzinho dos anos 80. Por isso, ela também é considerada uma das mulheres pioneiras do movimento hip hop.

Mas, logo no início dos anos 90, também conseguiu seu primeiro papel como atriz. Isso lhe rendeu, ao longo do tempo, filmes de sucesso e inúmeras premiações de prestígio, como Grammy e Globo de Ouro. Além disso, Queen Latifah também brilha como produtora musical, comediante e apresentadora de televisão. Poderosa!

Gabourey Sidibe: a atriz foi indicada ao Oscar por sua atuação

Quem viu “Preciosa – Uma História de Esperança” sabe que o talento de Gabourey Sidibe, atriz negra e gorda, é inquestionável. Foi por causa de sua atuação, inclusive, que a atriz foi indicada ao Oscar em 2010.

É que ela emocionou ao protagonizar a história de uma jovem de 16 anos que sofre inúmeros abusos dos pais. Apesar disso, encontra pessoas dispostas a ajudá-la a dar um novo rumo para sua vida. Além disso, Gabourey Sidibe também se destacou com sua participação nas séries “American Horror Story” e “Empire”. 

Octavia Spencer começou como estagiária em um filme de Whoopi Goldberg

Octavia Spencer é a primeira atriz negra e gorda da história a ser indicada ao Oscar por dois anos consecutivos. Também é a segunda atriz negra a ter indicação tripla na premiação. E por que é importante ressaltar isso?

Porque a americana já fez de tudo um pouco e inclusive começou como estagiária nos estúdios do filme “The Long Walk Home”, estrelado por Whoopi Goldberg. Entre as várias produções em que participou, vale o play e o replay em “Estrelas Além do Tempo”, “Histórias Cruzadas” (com a famosa cena do bolo) e “A Vida e a História de Madam C. J. Walker”. 

Cacau Protásio desistiu da Pedagogia para ser atriz

Em território nacional, não dá para deixar de fora Cacau Protásio, que também é uma atriz negra e gorda. Do interior do Rio de Janeiro, ela poderia ter seguido carreira como pedagoga, mas foi com tudo para a escola teatral e não parou mais.

Sorte grande para quem pode acompanhar as múltiplas facetas da atriz, que começou no teatro no início dos anos 2000 e desde então já participou de novelas, peças, filmes e na co-autoria de um livro, “Gordelícias – crônicas de quatro mulheres felizes com seu corpo”. Além disso, ela vive a sua primeira protagonista no cinema, com o filme “A Sogra Perfeita”.

Danielle Brooks: além de atriz, é cantora e já ganhou um Grammy

Com seu papel na série “Orange is the New Black”, Danielle Brooks cresceu, apareceu e despontou na carreira, reconhecida em diferentes premiações. No entanto, a atriz negra, gorda e cantora (que já ganhou até um Grammy, inclusive) já participou de muitos outros seriados, filmes e também já deu voz a personagens de animação.

E mais: Danielle será a protagonista em “The Mahala Jackson Story”, drama biográfico da cantora evangélica e ativista de direitos civis, que fez história nos Estados Unidos ao se apresentar no comício de Martin Luther King, em 1963. 

Mais representatividade entre mulheres negras e gordas

Essa lista de atrizes negras e gordas pode ficar ainda maior, mas já é um começo perceber que não faltam mulheres talentosas e dispostas a contribuir por uma indústria cinematográfica mais representativa e diversa. A pipoca e os aplausos já estão garantidos!

Foto de capa: Reprodução / Instagram @daniebb3

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade