Bom dia, boa tarde, boa noite, ou seja lá a hora que você estiver lendo isso :)

Emagrecimento de Adele e pressão sobre o seu corpo

Adele: “Não é meu trabalho validar como as pessoas se sentem sobre seu corpo”

Em entrevista a Oprah Winfrey, Adele desabafa sobre processo de emagrecimento após crises de ansiedade e divórcio. Veja detalhes!

publicidade

publicidade

Adele: “Não é meu trabalho validar como as pessoas se sentem sobre seu corpo”

Em entrevista a Oprah Winfrey, Adele desabafa sobre processo de emagrecimento após crises de ansiedade e divórcio. Veja detalhes!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Emagrecimento de Adele e pressão sobre o seu corpo

publicidade

publicidade

Adele se abriu com Oprah Winfrey em entrevista a respeito de seu processo de emagrecimento e a vigilância das pessoas sobre seu corpo ao longo dos anos. Em conversa, a cantora disse ter perdido peso depois de enfrentar “os mais terríveis ataques de ansiedade” por conta do fim de seu casamento com Simon Konecki, em 2018. Os exercícios físicos foram uma forma que ela encontrou para preservar sua saúde mental. Veja mais detalhes do bate-papo!

Adele emagreceu 45 kg com exercícios e acompanhamento nutricional

Adele emagreceu 45 kg em dois anos e a transformação foi para o seu bem-estar, uma vez que percebeu que as atividades físicas estavam lhe ajudando a lidar com a ansiedade causadas pelo processo de divórcio. Como resultado, a britânica passou a fazer exercícios de forma religiosa. “Os ataques me paralisaram completamente e me deixaram confusa, porque eu não conseguia ter nenhum controle sobre o meu corpo”, recordou.

Com o emocional abalado, Adele disse que a presença de um preparador físico era muito importante para que ela mantivesse o foco. “Percebi o quanto confiava na presença do meu treinador quando me sentia tão perdida, mas também não sentia ansiedade quando estava na academia. Tornou-se meu momento, ter um plano todos os dias quando não tinha planos”, explicou em seguida.

“Meu corpo foi objetificado em toda a minha carreira”, desabafa Adele

Pelo bate-papo, Oprah Winfrey também relembrou suas próprias experiências de perda de peso e como algumas pessoas se sentiram “chateadas” e “abandonadas” quando ela fez dieta pela primeira vez.

Sugerindo que tinha ouvido comentários semelhantes, Adele disse que não ficou “chocada” ou “desconcertada” com os pitacos a respeito de sua aparência. “Meu corpo foi objetificado ao longo de toda a minha carreira. Ou eu estou muito grande, ou muito magra. Ou eu sou sexy, ou não. Mas não é meu trabalho validar como as pessoas se sentem sobre seus corpos. Eu me sinto mal de que isso faça qualquer um se sentir mal sobre si mesmo, mas não é meu trabalho. Estou tentando organizar a minha vida. Não consigo adicionar outra preocupação”, rebateu.

Cobrança pela “aparência perfeita” afeta autoestima de mulheres

A pressão pela busca da “perfeição” é um problema que famosas, como Adele, Oprah Winfrey, e tantas mulheres anônimas sofrem ao longo de suas vidas. Isso porque a idealização do corpo perfeito gera muitas cobranças e inseguranças, podendo acarretar no surgimento de transtornos alimentares e até mentais.

Os comentários a respeito da aparência de Adele também reforça o quanto a gordofobia ainda está muito presente. Recentemente, a morte de Marília Mendonça reacendeu esse debate pelas redes sociais. Mesmo com uma carreira brilhante, a cantora, vítima de um acidente de avião aos 26 anos, foi lembrada por sua “briga na balança”. Afinal, a aparência dessas artistas é mais relevante do que o talento? Não podemos deixar que o machismo tampe nossos olhos e diminuam legados de mulheres tão inspiradoras.

Foto de capa: Reprodução Instagram / @adele

CURTIU? COMPARTILHE AQUI

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Redação Alexandrismos

Redação Alexandrismos

Somos uma equipe de profissionais e colaboradores empenhados em transformar através da informação e da diversidade. Enquanto veículo, queremos construir uma nova forma de dialogar na internet sobre #CorpoLivre.

publicidade